Estratégias para vencer a concorrência sem reduzir os preços

Não importa o setor em que a sua empresa atue, você sempre terá que vencer a concorrência em um mercado extremamente competitivo. E reduzir os preços sem critérios pode não ser a melhor saída frente aos concorrentes, visto que o negócio perde a força com o tempo.

Então, como vencer a concorrência? É preciso, a princípio, traçar as melhores estratégias para atuação em longo prazo e é isso o que veremos nesse post. Boa leitura!

 

Agregue valor ao seu produto

Tornar o seu produto atrativo ao cliente, gerando valor agregado, é uma das chaves que garante o sucesso da empresa em termos de competitividade.

Existem diversos fatores que fazem com que o cliente se sinta satisfeito e propague, em seus círculos, a mensagem que você criou. Estamos falando não só do produto em si, mas também da comodidade e o tempo para realização da compra, o prazo de entrega e a qualidade do atendimento.

Criar novos produtos, serviços ou funcionalidades que complementem o carro-chefe do negócio, como formas diferenciadas de atendimento ou processos de pagamento mais flexíveis, também ajudam a valorizar sua marca.

Dessa forma, os consumidores terão vontade de adquirir o que você oferece, mesmo que o custo seja um pouco superior ao de outras empresas.

 

Analise o que o seu público-alvo precisa

Entregar exatamente a necessidade do seu público-alvo é fundamental para o sucesso do negócio. Nesse sentido, é preciso saber quais são as principais dores enfrentadas pelos clientes para entender como você pode saná-las.

Por isso, para compreender melhor o perfil do seu prospect, faça pesquisas, participe de eventos e analise feedbacks. Assim, a sua estratégia de comunicação vai ser mais assertiva e efetiva.

 

Conheça os seus concorrentes

Conhecer a concorrência é o segundo passo para traçar uma estratégia vencedora. Analise cada um deles e descubra quais são seus pontos fracos e fortes. Pesquise e liste, também, empresas de outros países (tanto as óbvias quanto as menos conhecidas) que tenham produtos semelhante ao seu.

De posse dessa seleção, identifique o que os concorrentes fazem de melhor, de pior e o que poderiam melhorar. É nessas áreas que você deve trabalhar para ser sempre melhor que eles e obter um diferencial competitivo.

 

Seja referência no seu setor

Depois de tudo isso, é preciso pensar em questões que passam pela forma como você apresenta a sua empresa ao mercado: funcionários, site, produtos, conhecimento, entre outros. São esses requisitos que vão gerar valor para a sua marca.

O marketing de conteúdo surge nesse cenário como uma grande oportunidade para que você compartilhe informações do seu negócio por meio de um blog, por exemplo, e conquiste a confiança dos consumidores. O importante é “estar presente” no dia a dia do cliente e, com isso, despertar o seu interesse.

 

Treine sua equipe e tenha um atendimento diferenciado

É preciso que todos os funcionários que tenham contato com o público saibam demonstrar o mesmo tipo de atendimento diferenciado e humanizado. De nada adianta o gestor ser muito bom no trato com o público se o restante da equipe é despreparado.

A qualidade do serviço oferecido, portanto, também é um grande diferencial e o atendimento só será de excelência se a sua equipe souber muito bem como funciona o que está sendo vendido, seja um produto ou serviço.

Apostar na venda consultiva, também, é uma boa iniciativa. E para que isso aconteça, é preciso investir em treinamentos específicos. Diferente da forma tradicional de vender, em que o contato comercial apenas induz a compra, a venda consultiva é um processo criado junto ao cliente – o vendedor atua como um consultor de negócios.

A consultoria, portanto, é a espinha dorsal da venda consultiva, que tem como objetivo definir um panorama sobre o cliente e oferecer serviços/produtos para solucionar seus problemas.

Lembre-se de que quando os produtos concorrentes forem semelhantes, o atendimento é que se destaca como diferencial. Então, invista no atendimento!

 

Cumpra o que foi prometido

E, finalmente, é preciso cumprir o que foi prometido. Não adianta ter um excelente marketing se, na prática, as coisas não funcionam da mesma forma e o cliente fica insatisfeito. Então, garanta que o que foi vendido, seja ele um produto ou serviço, seja entregue de acordo com o que foi pago pelo cliente.

Ainda tem dúvidas ou dicas boas para compartilhar? Entre em contato conosco e bons negócios!

Escrito por:
Roberto Silva Oliveira | Diretor da BD Serviços
3

Comentários